José Fidalgo estreia-se nas novelas brasileiras ao lado de Ricardo Pereira

0

deus-salve-o-rei-destaque

Da esq. para a dir.: Virgílio (Ricardo Pereira), Amália (Marina Ruy Barbosa), Catarina (Bruna Marquezine) e Constantino (José Fidalgo) (Globo/João Miguel Júnior/Divulgação)

Uma história medieval que trata das escolhas individuais e suas consequências, além de questionar o poder do destino na vida das pessoas: esta é a linha condutora de “Deus Salve o Rei”, novela das 19h que estreou ontem na Rede Globo e que conta com a presença dos actores portugueses José Fidalgo (estreia no Brasil no papel de Constantino) e o habitué Ricardo Pereira (no papel de Virgilio).

“A novela tem como ponto de partida dois príncipes que não querem o trono. É uma história que tem já, na essência, um elemento muito dramático e muito cómico entre esses dois príncipes, irmãos; um com medo de ser rei e outro abdicando ao trono por amor a uma plebeia”, conta o autor Daniel Adjafre, que faz sua estreia em novelas. O diretor artístico, Fabrício Mamberti, complementa: “Ela parte de uma linha dramática destes dois reinos, que dependem um do outro e, num determinado momento, entram em conflito. Partimos do drama para chegar no humor.”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA