Desfile Pedro Pedro: La mer qu’on voit danser

0

Num mundo irado e revolto poderão as formas continuar a persistir em modelos seguros e esquissos inalterados? Em contrapartida, num universo cada vez mais tecnológico e ilimitado, qual a necessidade de proteção e recolhimento?

Contradições que resultam em peças de desenho bizarro, formas deformadas, funções transfiguradas, pormenores excessivos. Volumetrias exageradas, cortes assimétricos, pormenores de acabamento hiperbólicos que individualizam as peças e lhes acrescentam um aspeto alveolado e protetor. Peças básicas que se renovam e se vestem de modos variados e ecléticos.

Predomínio de materiais técnicos, borrachas, acabamentos waterproof e termocolados, conjugados com algodões encerados e lãs merino, para uma paleta de cores que inclui o azul royal, branco, preto, vermelho e verde-garrafa. As botas de borracha rematam um look que descobre no mar e na pesca a metáfora da incerteza dos tempos.

©starsonline®

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA