Atrizes de Hollywood desfilam com ativistas feministas na passadeira vermelha

0

A 75ª Edição dos Golden Globe Awards 2018 foi uma das mais politizadas da sua história. Após os escândalos sexuais envolvendo poderosos como Harvey Weinstein e atores como Kevin Spacey, as mulheres de Hollywood organizaram-se em torno de um movimento chamado Time’s Up e, em protesto, decidiram ir à entrega dos prémios vestidas de preto.

Além disso, algumas estrelas, como Laura Dern, Michelle Williams, Meryl Streep e Emma Stone levaram ativistas feministas como suas acompanhantes na passadeira vermelha. Foi uma forma de dar mais notoriedade e amplificar a voz dessas mulheres que fazem trabalhos tão importantes.

Michelle Williams foi acompanhada de Tarana Burke, a ativista que criou o movimento #metoo em 2006, com o objetivo de conscientizar as pessoas a respeito do abuso e assédio sexual. O movimento ganhou muito espaço após as acusações contra Harvey Weinstein, e as mulheres que aderiram a ele foram eleitas “pessoas do ano” pela revista Time.

Laura Dern foi com Monica Ramirez, co-fundadora da Aliança Nacional de Trabalhadoras Rurais. Ela advoga a favor das trabalhadoras do campo, e dedica-se a combater a violência contra as mulheres de uma forma geral, e mais especificamente contra as trabalhadoras rurais.

fotos©rex/shutterstock/starsonline

Conheça mais da RexFeatures by Shutterstock em www.rexfeatures.com

RexFeatures é representada em Portugal pela empresa StarsOnline, Lda.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA